Homem e mulher: igualdade e complementaridade

2 08 2010

 

Base Bíblica. Efésios 5.21-33

Para sua meditação diária.

Segunda: Ef 5.21-24

Terça: Ef 5. 25-33

Quarta: I Co 11.11-12

Quinta: Gl 3.19-29

Sexta: Gn 2.15-20

Sábado: Gn 2.21-25

Domingo: Gn 3.1-19

Introdução

Quem nunca ouviu falar na expressão “guerra dos sexos”? É a conhecida guerra dos homens “machistas” contra as mulheres “feministas”, onde cada grupo quer ter os mesmos direitos do outro dentro da sociedade. Será que existe base bíblica para tal batalha? 

Você sabia que existem 104 versículos na bíblia que mencionam as palavras “homens” e “mulher” ao mesmo tempo? Se analisarmos as ocorrências, veremos que em boa parte destes versículos estão sendo enfatizados os mesmos direitos para os homens e para as mulheres. Tal afirmação vai totalmente contra ao que muitos dizem, ao afirmar que a bíblia é um livro preconceituoso e que só favorece a ala masculina. Na verdade não é isso o que ocorre, e sem cair em extremos machistas ou feministas, é o que iremos estudar nesta lição: uma perspectiva equilibrada, e acima de tudo, bíblica, sobre a sexualidade. 

                      I.        Os direitos do homem e da mulher 

1.    No antigo Testamento

Ao lermos os escritos de Moisés, o chamado Pentateuco, notamos dentre as muitas leis algumas como esta: 

Se algum boi chifrar homem ou mulher, que morra, o boi será apedrejado, e não lhe comerão a carne; mas o dono do boi será absolvido” (Êx 21.28). 

Aparentemente, para nossa realidade, nos parece uma lei um tanto óbvia, mas se entendermos que naquela época as mulheres tinham pouco ou nenhum valor, remos que Deus foi contra a visão machista daquela época, exaltando a mulher e colocando-a no mesmo patamar dos homens. Deus nivelou a mulher ao homem, pois a vida de ambos tem o mesmo valor para Ele, e um delito cometido contra um é tão grave quanto ao mesmo delito cometido contra o outro.

2.    No novo testamento

No texto a seguir, vemos uma declaração muito clara sobre a igualdade entre homem e mulher, perante Deus: 

Desse modo não existe diferença entre judeus e não-judeus, entre escravos e pessoas livres, entre homem e mulheres; todos vocês são um só por estarem unidos com Cristo Jesus”. 

Paulo, nesse contexto, nos mostra que tanto a posição do homem como a posição da mulher, em Cristo, é a mesma, ou seja, herdeiros de Abraão e filhos de Deus. Isto quer dizer que agora nós podemos desfrutar de uma unidade em Cristo Jesus, pois todos recebemos a mesma salvação. 

                   II.        Os deveres do homem e da mulher 

1.    No Antigo Testamento

Com uma lei justa, Moisés coloca sobre ambos a mesma responsabilidade: 

Se um homem adulterar com a mulher do seu próximo, será morto o adúltero e a adúltera” (Lv 20.10). 

Neste caso não existe nenhuma desculpa, os dois deveriam ser apedrejados. Nem o homem seria beneficiado por ser um “machão”, nem a mulher por ser o “sexo frágil”. Note que,  mais uma vez, Deus deixa bem claro que não iria tolerar as práticas pecaminosas do homem, podendo até ser alugada para o lucro de marido. Neste caso, o que vemos é a intolerância divina para com o pecado, e o mesmo padrão de julgamento, tanto para o homem como para mulher. 

2.    No Novo Testamento

Sujeitando-vos uns aos outros no temor de Cristo” (Ef 5.21).

Esse é um texto muito interessante, pois vemos no contexto que tanto a mulher deve se sujeitar ao homem como deve se sujeitar a mulher. Veja como isso funciona na pratica: 

  • A mulher: sujeita-se ao marido, sendo submissa.
  • O marido: sujeita-se à esposa, sendo amoroso.

 

                  III.        Direitos e deveres iguais, função diferentes 

As mulheres sejam submissas (…). Marido ame vossa mulher” (Ef 5.22,25). 

1.    Uma benção chamada submissão: a submissão feminina é vista, infelizmente, por muitas mulheres com grande pesar. Isso se deve ao fato de não se entender biblicamente quais são as implicações que esta submissão representa. 

Em primeiro lugar, submissão não é fazer da mulher uma escrava. Não é correto o marido dizer: “Vá busca os meus chinelos porque sou eu que mando aqui”. Nada disso, a mulher foi criada por Deus para ser uma auxiliadora idônea, não uma escrava.                                                                                                                                                                                                         Ser submissa é deixar que o marido governe o lar, sabendo que Deus irá cobrar dele todas as decisões que forem tomadas. Neste caso, a mulher esta numa posição privilegiada, pois Deus não irá cobrar dela nenhuma atitude que Ele espera ser de responsabilidade do marido, como por exemplo: 

  • O cuidado espiritual da família: o homem deve ser o sacerdote do lar;
  • O cuidado disciplinar da família: o homem deve disciplinar seus filhos, pois esta também é sua obrigação;
  • O cuidado protetor da família: o homem deve também proteger o seu lar, dando o sustento e a proteção que esta precisa.

Logicamente, como uma auxiliadora, a mulher ajuda a seu marido, mas sempre responsabilidade final é dele e não dela. No episodio de Gênesis 3, Deus começou cobrando de Adão o fato de terem comido do fruto proibido, sendo que Eva quem comeu o primeiro. Por quê? Deus seguiu a ordem de responsabilidade: Adão como o cabeça do lar era o responsável pelo ocorrido. Afinal, onde ele estava quando a sua esposa estava de papo com a serpente?

2.    Uma responsabilidade chamada amor:

o amor exigido dos homens é algo muito sério, não pode ser levado na brincadeira. A preocupação de Deus é para que o homem preste mais atenção a seu lar e as necessidades de sua esposa, cuidando dela assim como Cristo cuida de sua Igreja. Como o homem é diferente da mulher na sua maneira de se relacionar, ele deve tomar o devido cuidado para que suas atitudes não venham a ferir sua esposa, além de ter de se dedicar a prover o bem-estar da família.

Veja este pequeno quadro que reflete o que ocorre com a maioria dos casais. 

HOMEM

MULHER

Pouco Observador

Muito observadora

Procura ser o mais objetivo

É mais detalhista

Desligado, desatencioso

Superligada, atenciosa

Fala pouco

Fala bastante

 

Conclusão 

Não podemos dizer que um é melhor do que o outro, mas que ambos se completam. Existem situações em que se precisa de objetividade (e nessas o papel do home é fundamental), mas em outras, de maior observação (e nessas as mulheres se saem melhor). Graças a Deus, Ele assim nos criou para que no casal houvesse essa complementação. Já pensou se ambos tivessem as mesmas características?                                                                                                                          Como vimos, Deus criou o homem e a mulher com direitos e deveres iguais, mas deferindo um do outro em suas funções dentro do lar, o que não faz que um seja melhor do que o outro, mas coparticipantes. O homem completa a mulher nas suas deficiências e vice-versa. Louvado seja o Senhor por tamanha criatividade!

 

Fonte: Revista EBD edição 10. Jovens

Anúncios




SEXUALIDADE

2 08 2010

 

Uma benção a se valorizada

 

Sexualidade é uma benção a ser desfrutada ou um impulso a ser dominado? Será que no contexto tão pervertido em que vivemos é ainda possível desfrutar a sexualidade sem perder nossa espiritualidade? Claro que sim! Sexualidade é um presente de Deus, é parte essencial da natureza humana que nos foi outorgada, é fruto de uma combinação espiritual, física e emocional, que com naturalidade se manifesta em nosso ser. Ela é uma benção a ser valorizada.

 

A sexualidade saudável faz parte do projeto criativo de Deus. Não se trata de um comportamento alternativo que surgiu por instinto após a criação, nem de uma anomalia ou perversão resultantes de nossa natureza corrompida. Deus criou o homem e mulher, tornando-se os dois uma só carne. “Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus, e não se envergonharam”.                                                                                                                                                                             (Gn 2.24-25). Portanto, em lugar de vergonha, a sexualidade bíblica e sadia deve ser encarada como uma benção a ser valorizada.

Pr Agnaldo Faissal J. Carvalhor

fonte: Revista Jovens

 

 





Nomoro Cristão na internet ???

7 05 2009

Essa semana parei para analisar o que realmente fazem os sites de relacionamentos cristãos! nunca participei de nenhum deles (graças a Deus nunca precisei deles, e sou muito bem casado hoje..hehe),  mas eles me geraram uma certa curiosidade quando ouvi um amigo falar que havia se cadastrado e saído com uma pessoa que conheceu em um deles…

nomoro-critao-na-internet

Entrei em alguns deles, me cadastrei e pra saber como funciona, procurei algumas pessoas, mas não fui a fundo.

Vamos lá, vou falar o que eu achei sobre eles:

O google me ofereu pelo menos uns 75.000 links de portais de relacionamentos em que eu poderia me cadastrar para encontrar a pessoa certa,  com o peso que eu quisesse, com a cor de cabelo que eu desejasse, com a idade que eu julgo que mais se adequa a mim(alguns deles me oferecendo opção de busca “mulheres” de até 10 anos de idade) e mil e uma outras características, formando assim, a mulher perfeita que seja minha alma gêma, a mulher que Deus preparou pra mim.

A maioria cita passagens da bíblia dizendo coisas do tipo: “a primeira coisa é orar, a segunda é procurar!”. Ess tipo de coisa que soa muitas vezes hilário para mim, para outréns é uma coisa caída do céu. Nesses sites eu lí vários depoimentos de pessoas que realmente conseguiram encontrar a pessoa de seus sonhos e hoje até casaram e tiveram filhos, outros que realmente acreditam que seja uma ferramenta que Deus usa para juntar as pessoas.

Ouvi comentários de amigos dizendo que é apelação, que é um fiasco, que não vale a pena, que é anti-bíblico, que é perigoso e outros dizendo que é bom, é de Deus, tem pessoas legais, que vale a pena participar e encontrar a pessoa certa!

Como eu não tenho opnião formada do assunto, faço uma pesquisa aqui!

Comentem aí e me digam:

– Se você acredita que funciona; Se você acha que é desespero; se é apelação;  se é uma ferramenta de Deus, se é bom ou ruim!

Portanto, comente à vontade!

um abraço!

ahh vou abrir uma enquete tb!





Let’s Go Twitters!

6 05 2009

Sempre nos mantendo antenados nas redes sociais, estamos com nossa página no Twitter!

Pra quem não tem vale a pena ter!
Agora é só juntar muitos seguidores!!

Sigam-nos os Bons!!!

twitter do jovemimw

twitter do jovemimw





Dica de Site

29 01 2009

Achei um site bacana, queria compartilhar com vcs!

O Site é do Ministério Arca, um ministério q já tem marcado muitas vidas através de suas música de adoração profunda mesmo.
O Álbum “Transplantado” foi o que marcou meu coraçao e me fez admirar muito mais esse ministério, com seu novo CD “Iluminar”, Emerson Toschi mostra mais uma vez a chama de um coraçao abrasado a presença do Senhor.

Vale a pena conferir: www.ministerioarca.com.brsitearca





Ainda há Esperança

14 07 2008

Há muitas pessoas desiludidas, sem esperança, sem paz, desesperadas, achando que não há solução para as suas angústias e problemas. Existe um ditado popular que diz que a esperança é a última que morre. Contudo, há um provérbio bíblico que contradiz esse dito popular: “O Justo ainda morrendo tem esperança”. Provérbio 14:32; Porque a desesperança é característica de quem não tem Deus.

O homem e a mulher que acreditam em Deus alimentam-se diariamente da esperança que está fundamentada na Palavra de Deus: “Sabemos que, se a nossa casa terrestre deste tabernáculo se desfizer, temos da parte de Deus um edifício, casa não feita por mãos, eterna, nos céus”. II Coríntios 5:1

A esperança de muitos está fundamentada nos prazeres do mundo: nos bens desta vida, na vaidade da vida, na fama, no sucesso, nas pessoas, no dinheiro e riqueza, no Ter e não no Ser.

Sua esperança não é verdadeira. “… Naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo”. Efésios 2:12

Sua esperança finda na morte. “… Porque qual será a esperança do ímpio, quando lhe for cortada a vida, quando Deus lhe arrancar a alma. Acaso ouvirá Deus o seu clamor, em lhe vindo a tribulação”. Jó 27:8,9

Define-se esperança como confiança no cumprimento de um desejo ou de uma expectativa. “No Novo testamento as palavras gregas elpis e elpizein significam “expectativa” e “esperar”. O conceito de esperança é plenamente desenvolvido nos escritos de Paulo – especialmente no livro de Romanos. O paradoxo de Romanos 4:18 “esperando contra a esperança”, é uma expressão de circunstâncias que tanto ameaçam quanto impedem, e de uma esperança que resiste. Paulo diz sobre o patriarca Abraão que “sem enfraquecer em sua fé, ele enfrentou o fato de que seu corpo estava praticamente morto – já que ele estava com cerca de cem anos de idade – e que o ventre de Sara também estava morto. Entretanto, ele não vacilou, pela descrença, quanto à promessa de Deus, mas foi fortalecido em sua fé e deu glória a Deus, estando plenamente persuadido de que Deus tinha poder para fazer o que havia prometido” (Romanos 4:19-21, NVI).” E.O.O.

As bases em que estão fundamentadas a esperança do homem e a mulher de Deus são duas: 1. Nas promessas bíblicas. “Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não são para ser comparados com a Glória por vir a ser revelada em nós.” Romanos 8:18 2. No Deus das promessas e das alianças. “Mas Sião diz: o Senhor me desamparou, o Senhor se esqueceu de mim. Acaso pode uma mulher esquecer-se do Filho que ainda mama, de sorte que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas, ainda que esta viesse a se esquecer dele, eu, todavia não me esquecerei de ti.” Isaías 49:14,15

São duas as fontes fundamentais da Esperança. 1. Fonte geradora de esperança. (Que é a Palavra de Deus) “… a fim de que, pela paciência, e pela consolação das Escrituras, tenhamos esperança”. Romanos 15:4 2. Fonte alimentadora da esperança. (Que é Deus) “E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito de Deus”. Romanos 15:13

O que devemos esperar de Deus? Devemos esperar a Salvação de nossas almas. “Porque, na esperança, fomos salvos. Ora, esperança que se vê não é esperança; pois o que alguém vê, como o espera? Romanos 8:24 Devemos esperar a vida eterna na presença de Deus. Na esperança da vida eterna que o Deus que não pode mentir prometeu antes dos tempos eternos”. Tito 1:2 Devemos esperar o prêmio, o galardão nos céus. Pois quem é a nossa esperança, ou alegria, ou coroa em que exultamos, na presença de nosso Senhor Jesus em sua vinda? Não sois vós?”I Tessalonicenses 2:19 Devemos esperar a vinda gloriosa de Jesus. “Aguardando a bendita esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador Cristo Jesus”. Tito 2:13 Devemos esperar a vitória contra as forças espirituais do mal. “O Senhor me livrará também de toda a obra maligna”. II Timóteo 4:18

Seis promessas para os que colocam sua esperança em Deus.

1. São ouvidos por Deus. Esperei confiantemente pelo SENHOR; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro.” Salmo 40:1

2. São libertos. Não digas: Vingar-me-ei do mal; espera pelo SENHOR, e ele te livrará.” Provérbio 20:22

3. São renovados espiritualmente e fisicamente a cada dia. “Os jovens se cansam, e se fatigam, e os moços de exaustos caem. Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam”. Isaías 40:30,31

4. Alegrar-se-ão. Naquele dia, se dirá: Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação exultaremos e nos alegraremos.” Isaías 25:9

5. São bem-aventurados. Por isso, o SENHOR espera, para ter misericórdia de vós, e se detém, para se compadecer de vós, porque o SENHOR é Deus de justiça; bem-aventurados todos os que nele esperam.” Isaías 30:18

6. Herdarão a terra. Porque os malfeitores serão exterminados, mas os que esperam no SENHOR possuirão a terra. Salmo 37:9

Jesus Cristo é a maior segurança de esperança proporcionada no coração dos que nele confiam. Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, pelo mandato de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, nossa esperança” I Timóteo 1:1 “…aos quais Deus quis dar a conhecer qual seja a riqueza da glória deste mistério entre os gentios, isto é, Cristo em vós, a esperança da glória”. Colossenses 1:27

Conta-se que durante a II Guerra Mundial, na Alemanha, algumas pessoas pobres e perseguidas se refugiaram numa caverna escura e fria, depois de terem abandonado aquele lugar medonho, achou-se inscrito numa das paredes o seguinte pensamento: “Creio no sol, mesmo que ele não brilhe. Creio em Deus, mesmo que ele esteja em silêncio. Creio no amor, mesmo que ele esteja oculto”.

Onde você tem depositado a sua esperança? Nas cousas desse mundo ou no Deus que tudo pode?

O Deus da esperança quer te alimentar a cada dia, para que, fortificado, possas vencer todas as lutas que surgirem. Com Deus, somos mais…mais…muito mais que vencedores !

Volte-se hoje para Deus, aceitando Jesus como único e suficiente Salvador.

“Há esperança para teu futuro, diz o Senhor…” Jeremias 31:17

Pr Francisco Nascimento





Arrependimento: caminho para vida

14 07 2008

Se o Meu povo que se chama pelo Meu nome, se humilhar, orar e Me buscar e se converter de seus maus caminhos então Eu vos ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra.” (2 Crônicas 7.14).

Arrependimento, essa é a palavra chave dessa passagem bíblica. O Senhor nos invoca ao arrependimento de nossos maus caminhos. Quer que reconheçamos nossos erros e nos voltemos a Ele, humildemente, de todo nosso coração, para assim nos perdoar e sarar a nossa terra. Infelizmente muitos de nós, por ter a certeza da disponibilidade do Senhor em perdoar, tornamos a cometer os mesmos erros. É aí onde mora o perigo. O perigo de cair e retroceder na caminhada, magoando o coração de Deus. O detalhe importante implícito nessa mensagem trata-se justamente do “não tornar a pecar”.

O Senhor é grande em misericórdia e o perdão é um dom gratuito derramado por Ele a todos nós, mas muitas vezes “abusamos” de sua infinita bondade e misericórdia e tornamos a cometer os mesmos erros, conscientemente. O arrependimento é louvável, mas o tornar a pecar é retroceder na caminhada cristã. O próprio Jesus nos deixou esta recomendação em João 8.11: “… vai e não peques mais.”

O Senhor busca por corações quebrantados e dispostos a seguir fielmente a sua Palavra. O arrependimento é o “quebrantar” do coração e a Palavra nos foi dada para ser seguida com fidelidade. Ali nos foi deixado o manual da vida, escrito pelo Próprio autor e consumador dela. Basta segui-lo. Fácil não é, mas o próprio Deus se tornou homem, carne como nós, por meio de Cristo Jesus para nos provar que é possível!

Estejamos dispostos a buscar constantemente na Palavra do Senhor a verdadeira conduta Cristã para as nossasvidas. O Senhor reconhecerá nossa sede em buscá-lo e agradá-lo. Assim ouvirá dos céus com grande alegria e verdadeiramente sarará a nossa terra!

Artigo extraído do site www.lagoinha.com