SEXUALIDADE

2 08 2010

 

Uma benção a se valorizada

 

Sexualidade é uma benção a ser desfrutada ou um impulso a ser dominado? Será que no contexto tão pervertido em que vivemos é ainda possível desfrutar a sexualidade sem perder nossa espiritualidade? Claro que sim! Sexualidade é um presente de Deus, é parte essencial da natureza humana que nos foi outorgada, é fruto de uma combinação espiritual, física e emocional, que com naturalidade se manifesta em nosso ser. Ela é uma benção a ser valorizada.

 

A sexualidade saudável faz parte do projeto criativo de Deus. Não se trata de um comportamento alternativo que surgiu por instinto após a criação, nem de uma anomalia ou perversão resultantes de nossa natureza corrompida. Deus criou o homem e mulher, tornando-se os dois uma só carne. “Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus, e não se envergonharam”.                                                                                                                                                                             (Gn 2.24-25). Portanto, em lugar de vergonha, a sexualidade bíblica e sadia deve ser encarada como uma benção a ser valorizada.

Pr Agnaldo Faissal J. Carvalhor

fonte: Revista Jovens

 

 

Anúncios




Qual o meu ministério?

12 02 2008

MInistério

Talvez a questão mais freqüente que pousa na mente dos jovens seja sobre o ministério de Deus em suas vidas. “Como saber qual ministério Deus tem pra mim?” “Quando exercer?” “Qual o melhor?” ou mesmo, “será que Deus tem um pra mim?”.

O Primeiro Ponto importante, a saber, é o significado da palavra ministério. SERVIÇO! Sim! Isso mesmo! Serviço! Engana-se quem pensa que ministério é lugar dos grandes e sinal de honra, grandeza! É lugar de servo e sinal de humildade! Você deve trabalhar para que o único digno de toda honra e louvor apareça, Jesus Cristo!
Entendendo isso partimos para o Segundo Ponto. Quem foi chamado para exercer um ministério? É importante saber que todos nós fomos chamados para desempenhar algum tipo de serviço, porém nem todos nós fomos chamados para o mesmo, como diz as Escrituras:

“E há diversidade de ministério, mas o Senhor é o mesmo”. I Co 12.5

“E Ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas,e outros para pastores e doutores, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo.” Ef 4.11-12

Isso quer dizer que não existe ministério melhor ou de honra, o que importa é o coração sincero com que você desempenhará o serviço!
O Terceiro Ponto diz respeito a crer que quando Deus escolhe alguém Ele mesmo faz. A obra é Dele! Devemos saber que por onde andarmos iremos acompanhados pelo Senhor, assim como diz o salmista em Sl 139. 7-10 “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço minha cama no mais profundo abismo, lá estás também; se tomo as asas da alvorada e me detenho nos confins dos mares, ainda lá me haverá de guiar a tua mão, e a tua destra me susterá.” Podemos encontrar esses exemplos em diversos versículos bíblicos como, também em Sl 121. 1-3 e, o famoso, Sl 23.
Partindo para o Quarto e último Ponto, temos a questão da ansiedade. Quanto tempo eu tenho que esperar? Quando Deus vai revelar Seu ministério para mim? Lembre-se que há o tempo de capacitação! E esse tempo exige renúncia, separação, santificação. Davi foi chamado e ungido aos 17 anos, mas somente aos 30 anos assumiu seu reinado. O próprio Jesus esperou e se preparou durante anos para assumir seu propósito na terra, (Mt 3.1-4.11). Por que você, também, não o faria?
Entendendo o que é ministério e que todos fomos chamados pra exercê-lo no tempo de Deus, crendo que se Ele nos capacitará para tal obra, é importante ter em mente, ainda, que nunca se deve almejar o que é do outro, Deus tem algo único, específico para cada um de nós! O ministério de Deus para nós é autêntico! Para tanto, se faz necessário:

1. Buscar = Jr 29.13 “Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo coração”.

2. Clamar = Jr 33.3 “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grands e ocultas, que não sabes”.

3. Pedir + agir = Mt 7.7-8 “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; bateis, e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede recebe; o que busca encntra; e a quem bate, abrir-se-lhe-á”.

4. Crescer = 2 Pe 3. 18aAntes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”.

5. Orar e vigia = Ef 6 18 “Com toda oração e súplica, orando em todo tempo no Espírito e para isto vigiando com toda perseverança”.

6. Reconciliar = 2Co 5.18 “Tudo provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação”. Comunhão, 1 Jo 1.7 Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, nos purifica de todo pecado”. Compartilhar, At 15.35 “E Paulo e Barnabé ficaram em Antioquia, ensinando e pregando, com muitos outros, a palavra do Senhor”.

7. Meditar na lei = Sl 1.2 “Antes, tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite”.

por Natália Novello Paladino




As 7 Faces do Amor de Deus

7 01 2008

As 7 Faces do Amor de Deus

Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus”. I João 4:7

Se pudéssemos definir o estado emocional deste mundo, chegaríamos à conclusão de que é um mundo sem amor. É só sentarmos para assistir aos noticiários televisivos onde noticia após noticia revela um panorama de violências, discórdias, ódios, tragédias e mortes. Com todo avanço tecnológico, desenvolvimento industrial e econômico, pouco se tem melhorado, no que concerne à mudança no comportamento do homem. Nunca se cometeram tantas perversidades, maldades, como nestes tempos. Só no século passado ocorreram duas guerras mundiais, matando milhões de pessoas. O homem está cada vez mais perverso.

Por que o homem se encontra nesse estado espiritual? Por que muitos se têm odiado cada vez mais?

O homem se afastou do amor de Deus e se enveredou pelo caminho do pecado. O homem precisa conhecer o amor de Deus e experimentá-lo em sua plenitude.

Quem nunca experimentou o amor, não o conhece. Quem nunca foi amado não pode amar. Nossa capacidade de amar é maior e mais apurada quando recebemos amor. Quem não recebe amor é incapaz de amar ou o amor é difícil de ser estabelecido em sua vida. Só podemos suprir quando somos supridos, quando há reservas em nós, permitindo-nos doação.

Definindo os fundamentos do amor

É um sentimento de desejar sempre o bem de outra pessoa, não obstante às dificuldades de relacionamentos. No amor verdadeiramente ágape, não há restrições.

Os fundamentos do amor são: importar-se, doar-se (sacrifício), suprir as necessidades do amado, dar proteção, perdoar, renunciar…

O amor é um assunto inspirador, muitos poemas têm cantado suas belezas e também suas tristezas. São inúmeras as composições definindo o amor. (escritores seculares)

“Há um caminho melhor do que este. É o caminho do amor. O amor à semelhança da morte transforma tudo quanto toca. Os homens são atraídos pelo amor. As cousas semelhantes se atraem mutuamente. Os homens amam quando são amados, e odeiam quando são odiados”.

“Pois o limite de pedras não pode conter o amor, e o que o amor pode fazer, isso ousa tentar”. (Romeu e Julieta; Shakespeare).

“Não há nunca amor perfeito sem tortura e sem cuidado. Amar é Ter Deus no peito, outra vez crucificado”. (Augusto Gil, Porto, Portugal. 1873-1939).

“Todos nós nascemos para amar… Esse é o princípio da existência e sua única finalidade”. (Benjamim Disraeli).

“O amor concede em um momento o que o trabalho não poderia obter em uma era”.(Goethe)

“Se queres ser amado, ames”. (Hecato, Fragmentos, 550 a. C).

“O amor é o símbolo da eternidade. Apaga a memória de um começo e todo o temor de um fim”.(Madame Stael, Corinne).

“O químico que pode extrair de seu próprio coração os elementos de compaixão, de respeito, de anelo, de paciência, de lamento, de surpresa e de perdão, compondo-os em um só, pode criar aquele átomo que se chama amor”. (Kahlil Gibram).

Vários poemas bíblicos definindo o amor

Ninguém tem maior amor do que este de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos”.João 15:13.

“No amor não existe medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo”.I João 4:18.

“Não me instes para que te deixe, e me obrigues não seguir-te, porque aonde quer que fores, irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei, eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus” .Rute 1:16.

“As muitas águas não poderiam apagar o amor, nem os rios afogá-los”. Cantares 8:7.

“Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de Ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores”. Romanos 5:8

A grandeza do amor de Deus impeliu o apóstolo Paulo a escrever o seu poema imortal que está em I Coríntios 13. Creio que não há outro tão descritivo sobre o amor como o relatado nestas linhas Sagradas da Palavra:

As virtudes do amor. Vs. 4 O comportamento do amor. Vs. 5,6 A resistência do amor. Vs. 7; Cantares 8:6 A durabilidade do amor. Vs. 8 A grandeza do amor. Vs.13

A origem do amor

Deus é amor. Ele é a própria substância, a plenitude e a totalidade do amor. I João 4:8 Deus é a própria essência do amor. Ele ama por que é amor, não faz nenhum esforço para isso.

Portanto, só ama verdadeiramente aquele que nasceu de Deus, porquanto o “amor cristão” é uma qualidade eminentemente espiritual. (I João 4:7). Igualmente, aqueles que não amam não conhecem a Deus (I João 4:8) porque Deus é a própria essência do amor, sendo altruísmo puro.

AS SETE FACES DO AMOR DE DEUS

1.Amor sem interesses. (Não pelo que somos; que temos; ou que fazemos) 2. Amor sem discriminação. (Deuteronômio 10:17) 3. Amor sem falsidade. (Hebreus 13:8) 4. Amor com fidelidade. (II Timóteo 2:13); 5. Amor compromissado. (Números 23:9); 6. Amor com intensidade. (Jeremias 31:3); 7. Amor sacrificial. (João 3:16)

A declaração do amor de Deus em Isaías 43

A prova do amor – Vs.2. O preço do amor – Vs.3,4 . Os olhos do amor – Vs.4. A declaração do amor – Vs.4. ( Jer 31:3)

Deus é amor e tem se manifestado aos homens de diversas maneiras: Através de sua criação, da provisão, da saúde, e da vida. O amor de Deus foi personificado e provado na pessoa e na obra de Jesus Cristo, que veio e morreu pelos nossos pecados. Romanos 5:8,9

O amor de Deus nos dá a verdadeira razão de viver em um mundo de paz, fraternidade, sem ódio, sem violência.

Você já pensou quanto você é especial, amado e valorizado por Deus? Você tem correspondido a esse amor de Deus em sua vida?

Deus ama porque é Pai e seus propósitos para nós são sempre os melhores e os maiores.

Feche seus olhos por um momento e contemple apenas com seu coração, o Pai amoroso que te atrai para seus braços. Junto a Ele há plenitude de amor, de esperança e de vitória.

Abra seus olhos agora e contemple aqueles que o rodeiam. Lembre-se que assim como você, eles também são alvos desse amor ilimitado e infinito. O amor de Deus é assim, grandioso, em seu coração não há limite de lugares, todos são bem vindos. Não há exclusividade, mas há um lugarzinho especial dedicado a cada um de nós, onde os entrelaçados laços de afetos são estabelecidos do coração de Deus para o nosso.

Sabe você não pode ficar de fora. Venha e mergulhe nas águas desse amor, envolva-se e deixe que todo o teu ser seja tomado e aí, você aprenderá e decidirá a amar como Ele ama.

Extraído do Livro Mensagens de Livramento de autoria do Pr Francisco Nascimento





O Deus Todo Poderoso

24 12 2007

o-deus-todo-poderoso.jpg

“Reina o Senhor. Revestiu-se de majestade; de poder se revestiu o Senhor, e se cingiu. Firmou o mundo, que não vacila. Desde a antiguidade está firme o teu trono: tu és desde a eternidade.” Salmo 93:1,2

A palavra SENHOR, é citada na Bíblia por 6.783 vezes. E isto só no Antigo Testamento.  A segunda palavra mais citada é DEUS e aparece 3.928 vezes.     A palavra SENHOR é um título divino que vem do termo hebraico ADONAI que significa literalmente MESTRE, proprietário e dá a idéia de governo e domínio. Na septuaginta e no N. T., a palavra grega traduzida por SENHOR, é KÚRIOS.e Essa palavra grega foi usada como tradução de dois termos hebraicos: JEOVÁ ou YAHWEH  e ADONAI.

            A grande freqüência com que ssa palavra é usada mostra até que ponto a Bíblia é um livro Teísta. O teísmo ensina que Deus não somente é a Fonte originária da vida que criou,  mas também está permanentemente interessado pela criação, Ele recompensa e castiga; Ele guia aos homens e manifesta-se a eles.

            Existem no decorrer da Bíblia vários nomes de Deus no original hebraico, que denota a Sua íntima relação amorosa e protetora com seu povo:

·       JEOVÁ RAFÁ = “O Senhor que cura” Êxodo. 15:26 – para aqueles que jazem em leitos de doenças.

·       JEOVÁ NISSI = “O Senhor é nossa bandeira” Êxodo. 17:8-15 – para os que estão oprimidos pelo inimigo.

·       JEOVÁ SHALON = “O Senhor é nossa paz” Juízes. 6:24 – para os que estão carregados de cuidados.

·       JEOVÁ RA”AH = “O Senhor é o meu pastor” Salmo 23:1 – para os que estão como peregrino na terra.

·       JEOVÁ TSIDKENU = “O Senhor, justiça nossa” Jeremias. 23:6 – para os que sentem o peso do pecado e necessitam de perdão.

·       JEOVÁ JIREH = “O Senhor proverá” Gênesis. 22:14 – para os que necessitam de amparo e suprimento para sua vida.

·       JEOVÁ SHAMMAH = “O Senhor está ali” Ezequiel 48:35 – para quando o Reino de Deus houver se concretizado na terra.

·       JEOVÁ MIKADISKIM = “O Senhor que santifica” Êxodo. 31:13 – para os que estão se sentindo impuros e querem uma vida santa.

·       JEOVÁ SABAOT = “O Senhor dos exércitos” I Samuel. 1:3 – para os que estão sendo derrotados pelas forças espirituais do mal.

·       JEOVÁ ELION = “O Senhor Altíssimo” – para aqueles que querem reverenciar um Deus transcendental. Gênesis 14:18

·       EL-SHADDAI = “Deus Todo Poderoso” – para aqueles que acreditam que para Deus tudo é possível. Gênesis 17:1

AS PERGUNTAS DE DEUS

            A Bíblia registra quatro perguntas do próprio Deus, que são muito úteis para que os que crêem façam um balanço de sua vida espiritual e dos frutos que estão produzindo.

         Deus pergunta:

1.   Onde estais? (Gênesis 3:9). De Deus para Adão, quando este se escondia por causa de seu pecado.

Que caminho estou trilhando na vida cristã? Meu pecado tem me escondido de Deus?

2.   Onde está teu irmão? (Gênesis 4:9). De Deus para Caim, que havia premeditado e matado seu irmão Abel.

Como vai nosso relacionamento com nossos irmãos de fé? É de inveja, desprezo e indiferença? Ou de amor, partilha e comunhão?

3.   Que tens aí em tuas mãos? (Êxodo 4:2). De Deus para Moisés, que segurava uma vara, e Deus usou da vara para efetuar milagres que lhe aprouveram.

         Que temos oferecido ao Senhor para seu serviço? Deus pode dispor de nós e do que temos para a realização de sua obra?

4.   A quem enviarei? Quem irá por mim? Isaías 6:8. De Deus para Isaias, quando precisava de um homem para comunicar sua soberana vontade ao povo. E Isaias respondeu: Eis-me aqui, envia-me a mim.

         Temos atendido ao chamado do Senhor no que diz respeito ao evangelismo e expansão do Reino de Deus?    

            O livro de Filipenses registra através do apóstolo Paulo, sete privilégios para aqueles que crêem. É isso mesmo; confira no capítulo 4.

·       No vs. 4:   Gozo e alegria constantes em Deus.

·       No vs. 6:   Cura das ansiedades.

·       No vs. 7:   Paz abundante.

·       No vs. 9:   Deus presente em cada momento.

·       No vs. 11: Contentamento em qualquer situação.

·       No vs. 15: Reconhecimento das boas obras.

·       No vs. 19: Uma inesgotável provisão para cada necessidade. 

            O Evangelho de João registra sete promessas de Jesus para os que depositam sua fé exclusivamente n’Ele. No capítulo 14:

·       Vs. 2:   Um lugar seguro, garantido.

·       Vs. 3:   Recepção amorosa por parte de Deus nos céus.

·       Vs. 12: Poder espiritual semelhante ao do Mestre.

·       Vs. 13  Obtenção de resposta às orações feitas em nome de Jesus.

·       Vs. 16: Um consolador diário.

·       Vs. 27: Uma paz verdadeira.

·       Vs. 28: Uma alegria sem fim.

         Temos registrado no Livro Sagrado, quatro tipos de coroas que ornamentarão a cabeça daqueles que crêem em o nome de Jesus.

·       I Coríntios 9:25 – Coroa incorruptível, para os que perseveraram em seguir ao Senhor.

·       Tiago 1:12   Coroa da vida, para os que mesmo sofrendo provações e tentações mantêm-se fiéis a Deus.

·       II Timóteo 4:8 –  Coroa de justiça, para os que combateram o bom combate da fé e conseguiram vitória.

·       I Pedro 5:4 –   Coroa de glória, para os que suportaram a perseguição e a fome.

           Não deixe nada e ninguém roubar a tua coroa, Apocalipse 3:11, porque um dia lá no céu, precisarás dela para depositá-la diante do trono de Deus. Apocalipse 4:10





Jesus Cristo o Salvador Maravilhoso

18 12 2007

jesuscristoosalvadormaravilhoso.jpg
Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da eternidade, Príncipe da Paz…” Isaías 9:6

Conhecer Jesus é conhecer o Salvador da humanidade, àquele que deu a vida por nossos pecados. Que veio dissipar as trevas, promover curas, trazer salvação integral do corpo, da alma e do espírito. Jesus Cristo é o assunto central de toda a Bíblia. O Antigo Testamento apresenta-o como aquele que vem redimir o homem de seus pecados.

O Novo Testamento apresenta-o como aquele que se encarnou, sofreu, morreu, ressuscitou, ascendeu aos céus e um dia voltará com poder e muita glória para julgar o homem de seus pecados.

No Novo Testamento, o nome Jesus é citado 1.172 vezes; Cristo é citado 429 vezes; em 684 citações lhe é atribuído o título divino de Senhor; e em 2 citações lhe é atribuído especialmente o nome de Messias.

Certo escritor sacro, com muita sabedoria; assim escreveu: “Jesus Cristo é a figura central da história do mundo; este não pode esquecer-se d’Ele enquanto se lembrar da história; pois a história é a história de Cristo. Omiti-lo seria como omitir da astronomia as estrelas ou da botânica as flores, seria mais fácil separar, todos os raios da luz que atravessam o espaço e deles remover uma das cores primárias, do que retirar do mundo o caráter de Cristo.
A história da raça, desde sua concepção, tem sido a história da preparação da vinda de Cristo. O Antigo Testamento prediz essa vinda através de tipos, símbolos e profecias diretas.

A pessoa de Jesus Cristo não somente está engastada na história humana e gravada nas páginas abertas das Escrituras Sagradas, mas também é experimentalmente materializada nas vidas de milhões de crentes e entrelaçada no tecido de toda civilização digna desse NOME.” (Bancroft).
O termo “Jesus Cristo” é tanto um nome como um título. O nome Jesus, deriva da forma grega Jeshua ou Joshua, que significa “JEOVÁ” Salvador ou “O Senhor Salva”. O título “Cristo”, deriva da palavra grega para Messias ou do Hebraico “Machiach” – Dn. 9:26 e significa “Ungido”.

O próprio Jesus se declarou como “Messias”. João. 4:26

São duas as funções que estão envolvidas no título “CRISTO”: Rei e Sacerdote. Esse título indica Jesus como sendo o Sacerdote e o Rei prometido nas profecias do Antigo Testamento. Mas Jesus é muito mais, é Profeta, Sacerdote, e Rei. A completude da vida e do ministério de Jesus está implícita nas definições destas palavras.

Como Profeta, Jesus revelou da maneira mais completa a vontade de Deus ao mundo; como Sacerdote, fez o sacrifício perfeito para expiração do pecado; e, como Rei, estabeleceu o seu Reino e começou a reinar nos corações dos homens.

O termo “Eu Sou”, usado por Jesus; foi o mesmo usado por Deus na manifestação a Moisés no deserto. Êxodo. 3:14,15.

Esse título usado por Jesus diversas vezes o identifica como o Deus que se fez carne e habitou entre nós. Disse Jesus:

* Eu sou o Messias. João 4:26
* Eu sou o Eterno. João 8:58
* Eu sou o Filho de Deus. João 10:36
* Eu sou Lá de Cima. João. 8:23
* Eu sou o Senhor e Mestre. João 13:13
* Eu sou a Ressurreição e a Vida. João. 11:25
* Eu sou o Pão da Vida. João. 6:35
* Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. João. 14:6
* Eu sou o Alfa e o Ômega. Apocalipse. 1:8
* Eu sou o Primeiro e o Último. Apocalipse. 1:17
* Eu sou a Luz do Mundo. João. 9:5
* Eu sou a Porta da Salvação. João. 10:7
* Eu sou a Videira Verdadeira. João. 15:1

Deus é tão maravilhoso que nos dá entendimento através do evangelho de João, nos mostrando em cada capítulo a descrição de algum aspecto especial do caráter e da obra de Cristo. Analisemos por capítulo:* Cap. 1:1-14 – Ele é conhecido como o filho de Deus
* Cap. 2:1-10 – Ele é o filho do homem, que faz milagre na família
* Cap. 3:2-21 – Ele é o mestre divino que regenera
* Cap. 4:7-29 – Ele é o ganhador de almas
* Cap. 5:1-9 – Ele é o grande médico que cura
* Cap. 6:32-58 -Ele é o pão da vida que nos satisfaz
* Cap. 7:37 – Ele é a água da vida que sacia a sede da alma
* Cap. 8:3-11 – Ele é o defensor do fraco
* Cap. 9:1-39 – Ele é a luz do mundo
* Cap. 10:1-16 -Ele é o bom pastor
* Cap. 11:1-44 – Ele é o príncipe da vida
* Cap. 12:12-15 -Ele é o Rei Soberano
* Cap. 13:1-14 – Ele é o Servo ideal
* Cap. 14:1-17 – Ele é o consolador dos aflitos
* Cap. 15:1-16 – Ele é a videira verdadeira
* Cap. 16:1-15 – Ele é o doador do Espírito Santo
* Cap. 17:1-26 – Ele é o grande intercessor
* Cap. 18:1-11 – Ele é o sofredor modelo
* Cap. 19:16-19 -Ele é o Salvador crucificado
* Cap. 20:1-31 – Ele é o conquistador da morte
* Cap. 21:1-17 – Ele é o restaurador do arrependido
Como não poderia deixar, o grande e apaixonante apóstolo Paulo em suas cartas nos mostra alguns aspectos do caráter e do ministério de Jesus nesta Terra. Vejamos alguns.

  • Ele é o Pacificador dos que crêem. Romanos 5:1.
  • Ele é o Senhor da glória. I Coríntios 2:8.
  • Ele é o único fundamento de salvação. I Coríntios 3:11.
  • Ele é o destruidor da morte. I Coríntios 15:24-26.
  • Ele é a imagem de Deus. II Coríntios 4:4.
  • Ele é o libertador. Gálatas 5:1.
  • Ele é o exemplo supremo da maturidade. Efésios 4:13.
  • Ele é o prêmio supremo da luta. Filipenses 3:8.
  • Ele é a cabeça da Igreja. Colossenses 1:18.
  • Ele é o Senhor que vem buscar a sua Igreja. I Tessalonicenses 4:16.
  • Ele é o Bem-Aventurado e o único Soberano. I Timóteo 6:15.
  • Ele é o juiz de todos os homens. II Timóteo 4:1.
  • Ele é o redentor da humanidade. Tito 2:14.

Sobretudo, a maior noticia que a humanidade recebeu, é esta: “… Não temais; eis que vos trago boa nova de grande alegria, que o será para todo o povo; é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” Lucas 2:10,11

Pr Francisco Nascimento