Podemos assistir a filmes de Terror??

1 02 2008

Terror

Regularmente, os grandes estúdios de Hollywood anunciam uma nova mega produção cinematográfica, especialmente dedicada ao terror. Os roteiros são diversificados, abordam histórias de zumbis, maldições milenares, fantasmas, conversas com os mortos e, não raramente, disputas com demônios ou o próprio Satanás.

Curiosamente, esse tipo de “entretenimento” chama bastante a atenção dos jovens, principalmente nos Estados Unidos. A lista de grandes sucessos não é pequena e inclui grandes campeões de bilheteria, como “O Sexto Sentido”, “Estigmata”, “O bebê de Rosemary”, “Profecia”, “Fim dos Tempos” e o mais cultuado de todos “O Exorcista”, que chegou a ganhar uma reedição em 2000, sendo o único longa do gênero a ganhar duas estatuetas do Oscar.

Na edição de setembro da revista norte-americana Campus Life’s Ignite Your Fate, dedicada ao público jovem, o evangelista Mark Matlock, fundador do Ministério Wisdom Work (planetwisdom.com), que também é dedicado aos jovens, fez uma pequena lista das razões que deixam claro porque não convém se tornar um fã de filmes de terror.

Atmosfera sombria

Segundo Matlock, os problemas envolvidos incluem desde o abalo espiritual, até o desenvolvimento de traumas. “Ao assistir filmes de terror, os jovens podem começar a associar sexo com violência. Isso porque muitos filmes de horror combinam esses dois itens. O que pode levar as pessoas a desenvolver um apetite sexual estranho e pouco saudável. Além disso, o expectador começa a sentir que está numa atmosfera espiritual obscura. Ele se sente envolto num ambiente de terror e medo, o que nos induz ao estresse e à raiva. Temos que lembrar que Satanás e seus demônios lutam justamente para nos deixar espiritualmente abalados”, afirma.

O evangelista ressalta ainda que a sensação do filme de terror não acaba quando o longa chega ao fim. “Não é à toa que você continua assustado quando o filme acaba. E o medo pode fazer com que você fique ansioso, tímido, inquieto. E esta não é a forma que Deus quer que você viva. Você também pode ter grandes pesadelos. Ora, a nossa luta não é contra a carne e o sangue, como diz Efésios 6:12-13: ‘não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes’”, destaca.

A posição de Matlock também está de acordo com a recomendação do apostolo Paulo, na carta aos Filipenses, que exorta o povo para somente pensar naquilo que convém “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Filipenses 4:8). Portanto, as questões que devem ficar na mente dos jovens podem ser justamente as que estão neste versículo: É verdadeiro? É honesto? É justo? É puro? É amável? É de boa fama? É virtuoso? É louvável?

Acontecimentos macabros

Como foi dito no início da reportagem, o filme “O Exorcista” foi o que mais fez sucesso em toda a história do gênero de terror. O longa é baseado na história real de um jovem dos EUA que, em 1949, tentou se comunicar com uma tia morta, através de uma prática ocultista espírita. Depois da experiência, ele passou a ter uma conduta estranha. Ofendia a todos com xingamentos e palavras como “inferno” e “ódio” apareciam escritas no seu corpo, sob a pele, em sangue.

O acontecimento é real e, na ocasião, o jornal Washington Post publicou o fato. A história fascinou o americano William Peter Blatty, que escreveu um livro sobre o assunto. Mais tarde, a obra de Blatty influenciou os estúdios da Warner Bros, que resolveu fazer um filme baseado na história. Além disso, comprovadamente, o primeiro longa foi envolvido por vários acontecimentos macabros. Durantes as filmagens, o set de gravações foi incendiado durante um fim de semana, quando ninguém estava no local. O diretor Friedkin pediu que alguns padres fizessem uma oração para “” limpar” o lugar, mas todos se recusaram.

Outro fato inquietante é que nos 21 meses de filmagens, morreram 9 pessoas diretamente ligadas ao filme, além de vários parentes dos funcionários. E a atriz Ellen Burstyn bateu violentamente com o coccix contra a cama, fazendo com que ela se ferisse de verdade, numa cena em que a atriz principal mostrava estar possuída. Coincidência? Ninguém sabe. Mas a verdade é as histórias macabras continuaram. No filme “O Exorcista 2”, o diretor John Boorman contraiu um raro vírus que obrigou a suspensão das filmagens por 5 semanas. Ele se recusou a fazer “O Exorcista 3”, que ficou a cargo do próprio William Peter Blatty.

Fim dos tempos

O site “A Espada do Espírito” (//www.espada.eti.br/n1318.asp), dedicado a uma leitura diária do fim dos tempos, publicou um texto do evangelista David Bay (traduzido por Jeremias R D P dos Santos), com o título “Obsessão com o Satanismo Agora Que o Aparecimento do Anticristo Está Próximo”. O artigo fala sobre a fascinação por filmes de terror como um sinal da proximidade da chegada do Anticristo. O evangelista mostra como os roteiros dessas produções recebem o conselho de satanistas, para que as histórias se tornem mais realistas e condizentes com as crenças ocultistas.

“Como a Nova Ordem Mundial, o reinado do Anticristo está a poucos anos de ser implementada, sabemos pelas profecias bíblicas que os habitantes do mundo se tornarão cada vez mais iníquos e ocultistas. Estamos vendo exatamente isso nas notícias do dia a dia. O outro lado dessa moeda é que o fato de as pessoas estarem realmente sedentas por filmes e programas na televisão baseados em satanismo é um importante sinal que o aparecimento do Anticristo está muito próximo. Afinal, ele não poderia aparecer se a maioria preponderante das pessoas no mundo ocidental rejeitasse totalmente os valores satânicos! Quando o Anticristo aparecer, encontrará um grande número de pessoas que estarão em sintonia com seus valores e atitudes”, avalia.

 FONTE: Elnet
Anúncios